Notícias

Após "emoção diferente" na Seleção, Gabriel avisa: Não dá para relaxar

24/01/2017

No último domingo, Gabriel vestiu a camisa do Brasil em um torneio oficial pela primeira vez. O zagueiro do Avaí defende a Seleção sub-20 no Sul-Americano da categoria, no Equador, e o defensor recebeu uma chance do técnico Rogério Micale na vitória sobre o Paraguai por 3 a 2.

– Fiquei muito feliz com a chance que me foi dada. Agradeço ao Micale e à comissão técnica pela confiança, mas sei que a vaga não caiu do céu. É a coroação de anos de trabalho e esforço. Agora vou continuar focado e tentando melhorar cada vez mais. Afinal, jogar com a camisa da Seleção é uma emoção diferente. É difícil descrever a felicidade que sinto, ainda mais representando toda uma história vencedora que o nosso país carrega – falou o zagueiro.

Promovido ao Avaí na última temporada, Gabriel ganhou visibilidade com boas atuações no Campeonato Catarinense e na Série B. Por conta disso, o jovem defensor destacou o papel do time azurra.

– Sou muito grato ao Avaí por tudo que fez por mim desde quando cheguei no clube em 2012. Tive muitos altos e baixos, mas eles me acolheram da melhor forma, agradeço a todos lá de dentro. Só estou na seleção hoje disputando um campeonato com essa grandeza, porque eles me deram o suporte para eu mostrar o meu potencial.

Nesta terça-feira, Gabriel pode ser novamente titular. O Brasil volta a campo pela quarta rodada do Sul-Americano, contra a Colômbia - a Seleção lidera o grupo A com sete pontos.

– Só não dá para relaxar muito, né? Já tem outro jogo e é um jogo complicado. A Colômbia tem grande tradição nas categorias de base e eles ainda virão mordidos para a partida, pois só somaram um ponto até agora.